Mara Maravilha completou seus 50 anos nesta última terça-feira, dia 06 de março. A apresentadora não contava com uma enorme homenagem feita durante o programa “Fofocalizando”, no começo foi ela quem falou e agradeceu muito a todos, além de se desculpar e falar sobre perdão aos apresentadores do programa.

Reprodução:SBT

Mara Maravilha se emociona durante aniversário e lembra perdão no “Fofocalizando”

Ela disse que neste aniversário de 50 anos, que é especial, gostaria de agradecer muito cada uma das pessoas que se lembrou da data. Sem se esquecer de agradecer principalmente Silvio Santos, Fernando Pelégio e o diretor Esquilo, que ela considera como um irmão.

Se mostrou muito feliz ao falar do diretor e até mesmo agradeceu a Deus por ter lhe dado a oportunidade de conhecer e criar uma amizade com alguém igual a ele, depois ela agradeceu finalmente a todos que estavam ali, porque segundo ela, no fim das contas todos se amam e ponto.

Reprodução:SBT

As pessoas precisam se amar e perdoar, principalmente o perdão precisa existir, diz Mara. Quanto mais perdão mais amor existirá, dessa forma ela diz que cada um “deles” já perdoou a apresentadora no passado, apontando para Décio Piccinini, Lívia Andrade, Mamma Bruschetta e Leão Lobo.

O que não faltou em seu discurso foi agradecimento, ela fez menção aos seus queridos amigos de TV e citou Celso Portiolli por exemplo, dizendo saber que ele tem torcido muito por ela, Christina Rocha, que foi chamada até de rainha e mestra, digna de receber até mesmo continência.

Foto:Reprodução

Também não se esqueceu de Rodrigo Faro e “Serginho” Mallandro, dois amigos que ela também agradecia muito por ter em sua vida. Ela finalizou os agradecimentos sem se esquecer de seus entes queridos e os parentes, fazendo menção a sua amada família.

Com essa nova idade, Mara Maravilha foi o assunto mais falado da semana no SBT, em um bate-papo com o jornalista Cesar Catelani, os programas que ela apresentava há décadas atrás foram comparados com os de hoje em dia, o “Fofocalizando” por exemplo, que é o seu atual trabalho.

Ela confessa que a diferença é inimaginável e quase indescritível, nos programas de décadas passadas as coisas eram simples, chegava um trenzinho cheio de borboletas e ela apresentava para a criançada, mas quando se trata de fofoca, as coisas são mais intensas e as discussões sempre estão ali esperando para acontecer.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here