Gleici Damasceno, de 23 anos é uma das favoritas no BBB18. A jovem leva um vida simples e humilde. Ela mora com a mãe, o irmão e a sobrinha em uma pequena casa de madeira, com apenas três cômodos, em uma das áreas mais violentas da capital do Acre, na periferia da Baixada da Sobral.

Foto: Divulgação Rede Globo

Aos 6 anos de idade, Gleci sofreu com o divórcio dos pais, pois o pai era dependente químico. Há três anos, seu pai foi assassinado pelo tráfico, dentro da sua casa, na frente da irmã mais nova de Gleici. Na mesma época, sua mãe Vanuzia, de 39 anos, foi diagnosticada com câncer no útero, o que a fez ter de abrir mão do seu emprego. Gleici teve de assumir todas as despesas da casa.

Como a casa de Gleici não possui TV ou Internet, os vizinhos disponibilizaram um ponto de pay per view à família, para acompanharem ao programa.

Na madrugada desta segunda, 26/03, Gleici se emociona ao desabafar com Ayrton sobre suas dificuldades fora do BB18.

Foto: Divulgação Rede Globo

A jovem diz ter crescido a partir de ensinamentos na igreja, diz ter aprendido os seus valores lá, afirma. “Por isso que muita gente fala de igreja, mas no meu caso, a igreja foi fundamental”.

A jovem acreana, relata ter ficado várias vezes sem comer, devido a situação financeira de sua família. Ela comenta sobre ter pegado uma rã no “Tá com nada’’, e agradeceu por eles terem alimento, que muita das vezes ela não teve. “A gente só tem que agradecer, porque ás vezes eu não tinha nem isso em casa”.

Foto: Divulgação Rede Globo

A integrante da Família Lima se surpreende com o que foi dito, e indaga: “Nem arroz e feijão?”, e Gleici conta que ás vezes eles comiam na escola, porque era o lugar onde se sentiam seguros, e tinham o alimento que precisavam. Ela diz que os colegas às vezes perguntavam se ela estava com fome, e ela inventava ter almoçado algo em casa, mas afirma nunca ter reclamado da sua situação.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here